terça-feira, 16 de abril de 2024

Encontro com o jovem escritor, Gonçalo Lima

 

O autor, Gonçalo Lima, esteve na nossa escola para apresentar o seu livro “Heróis do Mar e da Terra – Os Lusíadas do Séc. XXI”, uma obra inspirada pelos feitos épicos retratados em “Os Lusíadas”. Tal como Camões”, também o Gonçalo demonstra, com “engenho e arte”, um amor e respeito por um povo e por uma cultura. É, deveras, uma obra ousada!

Perante um público atento e curioso, o Gonçalo, através do seu percurso de vida, foi transmitindo várias mensagens de otimismo, onde destacou a importância da literatura e diversidade dos saberes/atividades na construção saudável de cada um.  Também fez questão de desconstruir alguns mitos, nomeadamente, a ideia de que os jogadores de futebol são menos capazes do que os outros.

Através deste tipo de iniciativas, para além da promoção da leitura, também se está a promover uma cultura de dimensão criadora, geradora de entendimentos, tão essencial nas nossa escolas.

quinta-feira, 11 de abril de 2024

Clube de Leitura


Aconteceu, hoje, pela manhã luminosa, mais um encontro do grupo de leitores.

A partir do livro "O Homem que Plantava Árvores", de Jean Giono, que os alunos leram nesta interrupção letiva, o grupo refletiu sobre as temáticas veiculadas por esta extraordinária obra. 
Mais um momento de encontros, partilhas e de promoção da leitura!

Às voltas com a Nuno Simões

 

A Biblioteca Escolar recebeu durante a manhã as turmas do Pré-Escolar. Neste espaço, os alunos ouviram e participaram na história “ Na floresta da preguiça “, de Sophie Strady, que os sensibilizou para a importância da preservação das florestas. No final, cantaram alegremente uma canção sobre a primavera. Os pequenos futuros alunos receberam com muito entusiasmo esta dinâmica promovida pela Biblioteca. De tarde, entraram em cena alguns alunos do 3.ºB, que representaram com muita criatividade e empenho uma adaptação do livro “ O tesouro”, de Manuel António Pina, para os futuros alunos do 5.º ano. A partir de um baú, que continha um tesouro, os alunos procuraram transmitir a importância de um direito fundamental que nos foi outrora retirado, a liberdade. Todas as sessões geraram um entusiasmo cativante, propício a uma melhor envolvência no processo educativo. 
A Biblioteca agradece a todas as funcionárias, Encarregada de Educação, que deu vida à mascote da Eco-Escolas e a todos os alunos envolvidos nesta atividade.

quarta-feira, 10 de abril de 2024

Encontro com o jovem escritor Gonçalo Lima

Na próxima segunda-feira, dia 15 de abril, o autor Gonçalo Lima apresentará a sua recente obra no nosso auditório. Este encontro está já inserido no nosso programa da Semana da Leitura. 

Este ano, o nosso Concelho decidiu associar esta Semana da Leitura à grande semana das comemorações e festejos dos 50 anos do 25 de abril.
Brevemente anunciaremos o programa do nosso Agrupamento para a semana de 22 a 26 de abril.
 

domingo, 7 de abril de 2024

25 de abril, 25 poemas

 Tourada

Não importa sol ou sombra
camarotes ou barreiras
toureamos ombro a ombro
as feras.
Ninguém nos leva ao engano
toureamos mano a mano
só nos podem causar dano
espera.

Entram guizos chocas e capotes
e mantilhas pretas
entram espadas chifres e derrotes
e alguns poetas
entram bravos cravos e dichotes
porque tudo o mais
são tretas.

Entram vacas depois dos forcados
que não pegam nada.
Soam brados e olés dos nabos
que não pagam nada
e só ficam os peões de brega
cuja profissão
não pega.

Com bandarilhas de esperança
afugentamos a fera
estamos na praça
da Primavera.

Nós vamos pegar o mundo
pelos cornos da desgraça
e fazermos da tristeza
graça.

Entram velhas doidas e turistas
entram excursões
entram benefícios e cronistas
entram aldrabões
entram marialvas e coristas
entram galifões
de crista.

Entram cavaleiros à garupa
do seu heroísmo
entra aquela música maluca
do passodoblismo
entra a aficionada e a caduca
mais o snobismo
e cismo...

Entram empresários moralistas
entram frustrações
entram antiquários e fadistas
e contradições
e entra muito dólar muita gente
que dá lucro as milhões.

E diz o inteligente
que acabaram asa canções.

José Carlos Ary dos Santos

https://www.abrilabril.pt/cultura/ary-era-grande-em-tudo

sábado, 6 de abril de 2024

25 de abril, 25 poemas

 Vejam bem

Vejam bemQue não há só gaivaotas em terraQuando um homem se põe a pensarQuando um homem se põe a pensar
Quem lá vemDorme à noite ao relento na areiaDorme à noite ao relento no marDorme à noite ao relento no mar
E se houverUma praça de gente maduraE uma estátuaE uma estátua de frebe a arder
Anda alguémPela noite de breu à procuraE não há quem lhe queira valerE não há quem lhe queira valer
Vejam bemDaquele homem a fraca figuraDesbravando os caminhos do pãoDesbravando os caminhos do pão
E se houverUma praça de gente maduraNinguém vem levantá-lo do chãoNinguém vem levantá-lo do chão
Vejam bemQue não há só gaivotas em terraQuando um homemQuando um homem se põe a pensar
Quem lá vemDorme à noite ao relento na areiaDorme à noite ao relento no marDorme à noite ao relento no mar

José Afonso